Proporcionar acolhimento socioemocional aos alunos com novas iniciativas é essencial durante o confinamento

Proporcionar acolhimento socioemocional aos alunos com novas iniciativas é essencial durante o confinamento

LUDIE promove oficinas customizadas com atenção ao socioemocional das crianças

A educação socioemocional tem se mostrado imprescindível nos últimos anos com o avanço das transformações na sociedade. Ela faz parte da chamada educação para o século 21, que busca preparar os alunos para a vida acadêmica, profissional, pessoal e em comunidade.

Com o confinamento provocado pela pandemia do coronavírus, muitas necessidades socioemocionais se evidenciaram, principalmente aquelas relacionadas à socialização das crianças. O processo de socialização é fundamental para o desenvolvimento dos alunos, pois é por meio dele que aprendem a conviver em grupo, a negociar, a expor suas necessidades e a entender as do outro. Saber se relacionar com as pessoas é uma habilidade muito requisitada em todas as áreas de nossa vida.

Com base nisso, o ideal é pensar em soluções educacionais que favoreçam a continuidade da aprendizagem e promovam apoio e cuidado às demandas socioemocionais apresentadas pelas crianças. Uma dessas soluções são as Oficinas Interativas LUDIE, customizadas para atender as necessidades das escolas, como proporcionar interação entre as crianças, tratar de temas emocionais em específico e contribuir com a construção das atividades.

Todo o projeto é construído pensando na especificidade de cada escola e no mapeamento das necessidades tanto dos alunos quanto das famílias. Dessa forma, a atuação torna-se assertiva já que todo trabalho é conduzido com a escola. Nossas oficinas são desenvolvidas por psicólogas LUDIE junto com os professores/coordenadores envolvidos, que se alinham previamente para a realização das mesmas. Além disso, são disponibilizados materiais informativos e de apoio necessário para as famílias e crianças. Dessa forma, todo o trabalho proporciona uma aproximação com as famílias.

Oficinas interativas para atender demandas de socialização

As oficinas interativas surgiram a partir da percepção de uma escola com as crianças declarando saudade dos amigos, saudade de brincar e de se relacionar, sendo percebida até certa tristeza.

Nesse caso em específico, identificamos nas crianças a necessidade de conexão e bem-estar, expandir a socialização e promover leveza, acolhimento e brincadeiras. Com relação às famílias, identificamos a necessidade de fortalecer a relação mesmo à distância, bem como aproximá-las das atividades integrativas das crianças.

A partir disso, desenvolvemos oficinas interativas, realizadas por meio de brincadeiras virtuais, que também promovem apoio, cuidado e acolhimento socioemocional aos alunos. Dessa forma, estimulamos a interação entre eles no pós-aula, proporcionando autoconhecimento e autorreflexão sobre as emoções sentidas neste momento de isolamento social.

Com essas oficinas, atingimos engajamento acima da média das demais aulas, empolgação dos alunos e trabalho forte com medos e inseguranças, ajudando-os a perceber mecanismos socioemocionais necessários para enfrentar este período.